SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1A study about the integration of the analysis levels of the value systemsObesity and psyhological aspects: emotional and cognitive development, self concept, locus of control and anxiety author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

SPINK, Mary Jane P.; ARAGAKI, Sérgio Seiji  and  ALVES, Marina Pigozzi. Da exacerbação dos sentidos no encontro com a natureza: contrastando esportes radicais e turismo de aventura. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2005, vol.18, n.1, pp. 26-38. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722005000100005.

Este artigo visa a contribuir para a compreensão do risco-aventura, entendido como o conjunto de práticas que recuperam a dimensão positiva dos riscos. Com base na revisão da literatura e apoiado na vertente construcionista da Psicologia Discursiva, propõe um modelo para análise das dimensões de risco-aventura presentes no turismo de aventura e nos esportes radicais: risco/perigo, adrenalina, aventura, treinamento, uso de equipamentos e relação com a natureza. Como fonte de dados, utilizamos o site de uma operadora especializada em turismo de aventura e uma entrevista com um praticante de parapente. Os dados coletados foram analisados utilizando árvores de associação de idéias e mapas dialógicos. Todos os elementos do modelo analítico se fizeram presentes nas duas modalidades de risco-aventura. Porém, o turismo de aventura caracterizou-se pela delegação do controle do risco a especialistas, enquanto que nos esportes radicais a dimensão treinamento/experiência foi priorizada, enfatizando-se a responsabilidade individual no controle dos riscos.

Keywords : Risco-aventura; linguagem dos riscos; produção de sentidos; turismo de aventura; esportes radicais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese