SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Stability of antisocial behavior on the infancy-adolescence transition: a developmental perspectiveReflections on the diabetes type 1 and its relation to the emotional aspect author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

GANDARILLAS, Miguel Angel; CAMARA, Sheila Gonçalves  and  SCARPARO, Helena. Estressores sociais da hipertensão em comunidades carentes. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2005, vol.18, n.1, pp. 62-71. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722005000100009.

A hipertensão arterial tem sido estudada sob vários enfoques. As pesquisas demonstram a conexão entre os determinantes sociais e as manifestações da doença. Este estudo trata dos estressores sociais de hipertensão na Vila Nossa Senhora de Fátima, Porto Alegre, Brasil. Relata e discute os resultados do trabalho realizado junto a esta população, no qual se examinam variáveis constitucionais, sociais e fisiológicas. O exame da literatura sobre o tema e a comparação com um grupo controle, advindo de estudo semelhante com população de outro contexto social, mostrou a influência dos estressores sociais no processo de desenvolvimento da hipertensão. As conclusões alcançadas permitem algumas recomendações de ação no sentido da construção da cidadania como instrumento de participação e promoção de saúde.

Keywords : Hipertensão; estressores sociais; classe social; qualidade de vida.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese