SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Visual processing of form: evidences for angular narrow-band frequency channels in humansPsychological development of school-age children born preterm in comparison with children born full-term author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

SIMAS, Maria Lúcia de Bustamante  and  SANTOS, Natanael Antonio dos. O fenômeno de muitas-faces: investigações preliminares. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2005, vol.18, n.1, pp. 104-108. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722005000100014.

O fenômeno de muitas-faces foi investigado inicialmente no ponto cego e com faces familiares. Analizamos este efeito em 4 categorias: 1) desaparecimente/ escurecimento/ clareamento de partes da face; 2) variação de tamanho das partes da face; 3) percepção de movimento/ mudanças de expressão da face; 4) percepção de outras faces. Categorias 1 e 2 refletem impressões iniciais. Apenas relatos caindo nas categorias 3 e/ou 4 mostram o fenômeno. Os resultados fazem a análise de dados de 37 participantes utilizando fotografias da mãe, do pai e/ou parentes. A análise entre os participantes apresentou a incidência de 87% e 68% nas categorias 3 e 4, respectivamente. Na categoria 3, mudanças na expressão facial ocorreram 90% e 82% para mãe e pai, respectivamente. Na categoria 4, o muitas-faces foi observado com maior freqüência na face da mãe (73%; n=30) do que na do pai (41%; n=22). Avaliamos estes resultados em termos de processamento periférico da forma considerando a possibilidade de haver uma sintonia para faces com base na freqüência de observação de uma mesma face durante o desenvolvimento na primeira infância.

Keywords : Adaptação visual; adaptação a faces; percepção de faces; fenômeno de muitas-faces; freqüência espacial.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese