SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue2Relationships of subjective well-being, coping strategies and perceived social support in the elderlySubjectivity and solidarity: the diverse ways young workers commit themselves in social economy projects author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

LIMA, Marcus Eugênio O. et al. Normas sociais e preconceito: o impacto da igualdade e da competição no preconceito automático contra os negros. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2006, vol.19, n.2, pp. 309-319. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722006000200018.

Com o objetivo de analisar o papel dos contextos de resposta no preconceito automático, realizamos três estudos. No primeiro estudo, investigamos os efeitos de dois contextos normativos (igualitário e meritocrático) sobre o preconceito automático contra os Negros. Verificou-se que o contexto meritocrático aumenta o preconceito dos participantes; mas o contexto igualitário não reduz o preconceito. No segundo estudo, investigamos que sentidos as pessoas atribuem à "igualdade". Dois sentidos principais foram encontrados: solidária e formal. Essas duas formas de igualdade foram utilizadas como priming no terceiro estudo, juntamente com contexto meritocrático. Os resultados indicaram que o contexto meritocrático torna os indivíduos mais preconceituosos. No entanto, o contexto da igualdade solidária anulou a ativação automática do preconceito contra os Negros. A igualdade formal situou-se numa posição intermediária entre os dois outros primes. Estes resultados são discutidos à luz das teorias sobre o papel das normas sociais nos processos inconscientes ou automáticos de preconceito.

Keywords : Igualdade; competição; preconceito racial automático.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese