SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue1Acquisition of a non-matching to place task by rats with neonatal hippocampal lesion induced by ionizing radiationEarly acquisition of the verbal lexicon and semantic approximations in Portuguese author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

SANTOS, André Faro  and  ALVES JUNIOR, Antônio. Estresse e estratégias de enfrentamento em mestrandos de ciências da saúde. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2007, vol.20, n.1, pp. 104-113. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722007000100014.

A pesquisa objetivou conhecer a ocorrência de estresse em 27 mestrandos em ciências da saúde da Universidade Federal de Sergipe, sendo 16 mulheres e 11 homens. Buscou-se também delinear as estratégias de enfrentamento utilizadas para lidar com o estresse e os estressores percebidos na pós-graduação. Utilizou-se o Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp, a Escala de Modos de Enfrentamento de Problemas e um questionário sobre possíveis estressores. Os resultados mostraram que 40,7% dos sujeitos apresentaram estresse e houve associação entre estresse e sexo (p<0,05), estando as mulheres mais vulneráveis ao mesmo. Verificou-se a associação entre o sexo e as principais estratégias de enfrentamento utilizadas pelos participantes que não tiveram estresse (p<0,05), revelando a focalização no problema como uma estratégia mais freqüente para os homens. Acredita-se na importância de pesquisas que investiguem esta temática, pois o desempenho do mestrando pode ser influenciado pelo estresse experienciado na pós-graduação.

Keywords : Estresse; pós-graduação; mestrado; enfrentamento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese