SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue3The structure of social representation of death in the interface with the religiosities of healthcare professionals groupsArgumentation and development of reflective thinking author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

YUNES, Maria Angela Mattar; GARCIA, Narjara Mendes  and  ALBUQUERQUE, Beatriz de Mello. Monoparentalidade, pobreza e resiliência: entre as crenças dos profissionais e as possibilidades da convivência familiar. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2007, vol.20, n.3, pp. 444-453. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722007000300012.

O presente artigo apresenta um estudo comparativo entre as crenças de agentes comunitários de saúde sobre possibilidades de resiliência em famílias monoparentais e de baixa renda e as estratégias de enfrentamento das adversidades que emergem nas histórias de vida destas famílias. Tomou-se como base a noção de resiliência aplicada à Psicologia, que se refere aos processos que explicam a superação de adversidades. Foram entrevistados quatro agentes comunitários de saúde e quatro famílias monoparentais. As estratégias metodológicas foram: entrevistas semi-estruturadas, histórias de vida, entrevista reflexiva e a análise dos dados através da grounded-theory. Os resultados revelaram crenças pessimistas dos agentes comunitários sobre o funcionamento das famílias pobres, em contraposição aos fatores indicativos de resiliência constatados nas histórias de vida destas famílias. Os resultados sinalizam para a necessidade de transformar e adequar as percepções dos agentes sociais acerca de grupos que vivem situação de pobreza.

Keywords : Resiliência; famílias monoparentais e de baixa renda; agentes comunitários de saúde; crenças sobre pobreza.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese