SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue1Uses of the risk glossary in magazines: contrasting "time" and "public"Stimuli selection and analysis in the visual search task author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

MARIANO, Fernanda Neísa  and  ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde. Que perfil da família biológica e adotante, e da criança adotada revelam os processos judiciais?. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2008, vol.21, n.1, pp. 11-19. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722008000100002.

A adoção de crianças necessita ser estudada em seus aspectos legais, psicológicos, socioculturais. Este estudo tem o objetivo de caracterizar as crianças, as famílias adotantes e biológicas, envolvidas em processos de adoção em Ribeirão Preto-SP, de 1991 a 2000. Cento e dez processos judiciais foram analisados através de uma estatística descritiva. Constatou-se a prevalência das adoções "prontas", nas quais os adotantes requerem na Justiça a adoção de uma criança, que conheceram através de mediadores ou em instituições. Os adotantes pertencem às camadas médias e populares e apresentam diferentes motivações para a adoção, entre elas a infertilidade e o vínculo com a criança. As famílias biológicas provêm das camadas populares e fazem uso da rede de apoio para manter seus filhos; quando esta se esgota, entregam-nos em adoção. Este estudo mostra tanto a necessidade de compreender as adoções "prontas" como as motivações para a entrega de um filho para adoção.

Keywords : Adoção; Família adotante; Psicologia Jurídica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese