SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue2"Mum, I want to stay with you...": firstborn's dependence behaviours in the context of a sibling's gestationEffects of class size on the maintenance of equivalent relations author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

MORAIS, Maria de Lima Salum e  and  OTTA, Emma. Diferenças culturais e de gênero em conflitos de pré-escolares. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2008, vol.21, n.2, pp. 221-232. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722008000200008.

O estudo compara episódios de conflitos entre crianças de quatro a cinco anos de idade, pertencentes a dois grupos culturais: um de uma grande metrópole (São Paulo) e outro de uma pequena comunidade praiana do estado de São Paulo (Ubatuba). Foram observadas 39 crianças (20 meninas e 19 meninos). Analisaram-se os motivos, as estratégias de oposição, as reações à oposição e o desenlace de conflitos. Nos dois grupos e gêneros, o motivo mais freqüente para os conflitos foi a disputa por brinquedos e as estratégias de resolução pró-sociais mesclaram-se com as coercitivas. Algumas diferenças comportamentais de gênero encontradas nas crianças de São Paulo, diferentemente do que se observou em Ubatuba, assemelharam-se às verificadas em estudos europeus e norte-americanos: os meninos se mostraram mais agressivos e as meninas, mais conciliadoras. As crianças paulistanas apresentaram maior número de táticas verbais, enquanto as estratégias diretas e proximais predominaram entre as ubatubanas. O estudo evidencia a importância de considerar as influências culturais na resolução de conflitos entre crianças.

Keywords : Conflito; diferenças culturais; diferenças de gênero.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese