SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue2The relationship between morphological awareness and contextual reading measured by the Cloze testThe relation among variables of mental health and cognition in widowed elders author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

SANTOS, Natanael Antonio dos; MENDES, Liana Chaves  and  ALVES, Príscilla Anny de Araújo. Sensibilidade ao contraste de crianças surdas e ouvintes para grades senoidais em condições mesópicas. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2009, vol.22, n.2, pp. 230-235. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722009000200009.

O objetivo deste trabalho foi comparar a sensibilidade ao contraste (FSC) de crianças surdas e crianças ouvintes para freqüências espaciais de 0,25 a 2,0 cpg (ciclos por grau de ângulo visual) em nível de luminância mesópica (0,7 cd/m2), utilizando o método psicofísico da escolha forçada. Vinte crianças (7-12 anos) participaram desta pesquisa, dez com surdez pré-lingual e dez ouvintes. Todos os participantes apresentavam acuidade visual normal ou corrigida. A ANOVA mostrou diferença significante entre os grupos [F(1, 238) = 15,487; p < 0,001], porém a análise com o teste post-hoc Tukey HSD não revelou diferença significante na comparação freqüência a freqüência entre os dois grupos (p > 0,05). Os resultados sugerem alterações na FSC para estímulos de grade senoidal das crianças surdas em níveis de luminância mesópica.

Keywords : Percepção visual; Sensibilidade ao contraste; Freqüências espaciais; Crianças surdas; Método psicofísico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese