SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue1Environment of development and the start of Brazilian women's reproductive lifeEmotion understanding, social acceptance and evaluation of behavioral attributes in school-age children author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

TONELLI, Hélio. Autismo, teoria da mente e o papel da cegueira mental na compreensão de transtornos psiquiátricos. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2011, vol.24, n.1, pp. 126-134. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722011000100015.

Indivíduos portadores de transtornos do espectro do autismo podem ser acometidos por anormalidades qualitativas nos contatos sociais e padrões de comunicação. Muitos estudos demonstraram que uma grande quantidade destes indivíduos pode ter anormalidades no processamento cognitivo "Teoria da mente" (ToM), isto é, eles podem ter uma incapacidade de inferir os seus estados mentais e os de terceiros. Tal condição foi chamada de "cegueira mental" por Baron-Cohen (1995). Alguns autores recentemente aventaram a possibilidade de que indivíduos sofrendo de esquizofrenia e transtorno bipolar, da mesma forma que autistas, exibam cegueira mental, causando comprometimento em seu funcionamento social. Este artigo discute o conceito de cegueira mental e a visão de que se trata de uma habilidade exclusivamente humana. Em seguida, apresenta alguns testes disponíveis para avaliação da cegueira mental e, finalmente, mostra algumas evidências científicas de que déficits ToM podem afetar pacientes com outras condições psiquiátricas.

Keywords : Autismo; Cognição; Percepção social; Esquizofrenia; Transtorno bipolar.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese