SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue3Human figure drawing: prevalence analysis of indicators for emotional assessmentBody image and personality traits of women seeking aesthetic plastic surgery author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

MENEZES, Ana Carolina Zeferino  and  NASCIMENTO, Elizabeth do. Estudo longitudinal das habilidades intelectuais de idosos avaliados com a WAIS-III. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2011, vol.24, n.3, pp. 419-428. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722011000300002.

Dados indicam que o envelhecimento, ainda que saudável, acarreta um declínio normal no desempenho intelectual. O presente estudo teve por objetivo investigar o desenvolvimento intelectual de idosos em diferentes domínios avaliados pela WAIS-III. A partir de um delineamento longitudinal, 47 participantes foram divididos em duas faixas etárias: idosos-jovens (até 74 anos) e idosos-idosos (acima de 75 anos) e seus desempenhos foram comparados após oito anos de intervalo. Resultados mostraram que idosos-jovens apresentaram ganhos nas habilidades avaliadas, embora em apenas dois índices estes tenham sido estatisticamente significativos. Com relação às capacidades de compreensão verbal e linguagem, os ganhos eram esperados. Já Memória, Organização Perceptual, Velocidade de Processamento, QI de Execução e Total não se comportaram como grande parte dos estudos reporta. Resultados para os idosos-idosos estão de acordo com a literatura: habilidades vulneráveis (organização perceptual, aprendizagem, memória, resolução de problemas e velocidade de processamento) tiveram decréscimos após os oito anos entre as avaliações. Embora nem todos os resultados tenham sido significativos, corroboram dados de pesquisas que definem a idade de declínios significativos após os 75 anos. Concluindo, os resultados indicaram que os idosos não apresentaram declínio nas habilidades intelectuais avaliadas até a idade de 74 anos, a partir de quando alguma perda foi encontrada. A velocidade de processamento foi a única habilidade que apresentou declínio significativo. Portanto, as variações nos desempenhos não caracterizam um padrão de declínio generalizado, ou seja, não ocorrem em todas as habilidades e variam conforme a idade.

Keywords : Envelhecimento; Inteligência; Estudo Longitudinal; WAIS-III.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese (pdf) Portuguese (epdf)