SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue3Dyadic adjustment and marital satisfaction: correlations amongthe domains of two marital evaluation scalesDevelopment and validation of a short-form version of the Brazilian state-trait anxiety inventory author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

POLETTO, Michele  and  KOLLER, Silvia Helena. Bem-estar subjetivo em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2011, vol.24, n.3, pp. 476-484. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722011000300008.

O afeto positivo e negativo e a satisfação de vida têm sido concebidos como componentes do bem-estar subjetivo. O presente estudo visou a investigar o bem-estar subjetivo em crianças e adolescentes que frequentavam a escola e viviam com a família em comparação com aqueles que viviam em instituições de acolhimento. Participaram do estudo 297 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, com idades entre sete e 16 anos (M= 11,22 anos; DP= 2,13), 155 eram do sexo masculino (52,2%) e 142 do sexo feminino (47,8%). Os instrumentos utilizados foram uma entrevista estruturada, as escalas de afeto positivo e negativo e multidimensional de satisfação de vida. Os resultados confirmaram que em relação aos contextos de desenvolvimento, as crianças institucionalizadas experienciam mais afeto negativo. No entanto, as crianças institucionalizadas não se diferenciaram das crianças que vivem com a família em relação ao nível de satisfação de vida e de afeto positivo.

Keywords : Bem-estar Subjetivo; Crianças e Adolescentes; Afeto Positivo; Afeto Negativo; Satisfação de Vida.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English