SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue3Blood donation in the view of schoolchildren: conceptions and valuesImpact of parental cancer in offspring's psychological development: literature review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

KLEIN, Vivian Caroline; GASPARDO, Cláudia Maria  and  LINHARES, Maria Beatriz Martins. Dor, autorregulação e temperamento em recém-nascidos pré-termo de alto risco. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2011, vol.24, n.3, pp. 504-512. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722011000300011.

Os recém-nascidos pré-termo são expostos a experiências dolorosas inevitáveis na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Apesar de sua imaturidade biológica, esses podem tanto perceber quanto reagir à dor. A exposição repetida à dor exerce impacto negativo no desenvolvimento e pode aumentar a vulnerabilidade dos bebês, dificultando os processos autorregulatórios. A reatividade biocomportamental à dor é um indicador de autorregulação e associa-se ao temperamento da criança. Esses bebês necessitam de estratégias farmacológicas e não farmacológicas para alívio da dor. Além disso, devem ter um contexto de interações sincrônicas com os pais, adaptadas às suas características de temperamento. Os profissionais de saúde podem atuar como suporte de regulação externa para esses bebês promovendo alívio da dor e prevenindo problemas de desenvolvimento.

Keywords : Dor; Nascimento Prematuro; eatividade-estabilidade; Temperamento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese