SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Parental socialization: Brazilian adaptation of the ESPA29 ScaleRelations between subjective well-being and marital satisfaction on the approach of positive psychology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

SCALCO, Diogo Luis; ARAUJO, Cora Luiza  and  BASTOS, João Luiz. Autopercepção de felicidade e fatores associados em adultos de uma cidade do sul do Brasil: estudo de base populacional. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2011, vol.24, n.4, pp. 648-657. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722011000400004.

Este estudo avaliou os níveis de autopercepção de felicidade e fatores associados em uma cidade do sul do Brasil. Foi realizado um estudo transversal, de base populacional, com 2.942 indivíduos adultos (> 20 anos). Felicidade foi definida como "o grau, segundo o qual uma pessoa avalia positivamente a qualidade global de sua vida como um todo, no presente"; aferida por meio de uma pergunta associada a uma escala de faces. A prevalência global de felicidade foi de 73,4%. Observou-se associação positiva entre a ocorrência de felicidade, escolaridade e nível econômico, bem como relação negativa de felicidade com desemprego. Ser mais jovem, entre os homens, e considerar-se mais religiosa, entre as mulheres, também se associaram a maiores prevalências de felicidade. Estar separada/divorciada ou ser viúva esteve associado a menores prevalências de felicidade entre as mulheres. Os resultados sugerem que a população investigada apresenta uma prevalência de felicidade alta e que fatores distintos estiveram associados à ocorrência deste desfecho entre homens e mulheres.

Keywords : Felicidade; Estudos Transversais; Fatores Socioeconômicos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese