SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Self-perceived happiness and associated factors in adults in a southern Brazilian city: a population-based studyAdaptation and validation of The Hope Index for Brazilian adolescents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

SCORSOLINI-COMIN, Fabio  and  SANTOS, Manoel Antônio dos. Relações entre bem-estar subjetivo e satisfação conjugal na abordagem da psicologia positiva. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2011, vol.24, n.4, pp. 658-665. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722011000400005.

Objetivou-se investigar as correlações existentes entre os três fatores do bem-estar subjetivo (BES) - afetos positivos, afetos negativos e satisfação com a vida - e os três fatores da satisfação conjugal (SC) - interação conjugal, aspectos estruturais e aspectos emocionais. Participaram 106 voluntários de ambos os sexos, com idade média de 42±11 anos, casados e com tempo médio de união de 16,11±11,35 anos. Foram aplicadas as escalas de BES (EBES) e de Satisfação Conjugal (ESC). Os resultados foram analisados pela técnica de regressão múltipla stepwise. Não foram encontradas associações entre os fatores satisfação com a vida (fator do BES), aspectos emocionais (fator da SC), aspectos estruturais (SC) e interação conjugal (SC). O BES e a SC, fatores gerais, também não apresentaram associações significativas. Destaca-se o papel dos afetos positivos (fator do BES) na percepção da satisfação conjugal (SC), o que é congruente com o enfoque da Psicologia Positiva, que atesta que as pessoas que experimentam emoções positivas tendem a se engajar em relacionamentos mais satisfatórios.

Keywords : Bem-Estar Subjetivo; Satisfação Conjugal; Escalas; Psicologia Positiva.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese