SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue1Cognition in elderly people: study of the Short Form 8 (SF8) of the Wechsler-III ScaleContextual reading and metalinguistic processing in Brazilian portuguese: a longitudinal study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

TINAJERO, Carolina et al. Estilo cognitivo e estratégias de aprendizagem em estudantes universitários brasileiros: repercussões no rendimento acadêmico. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2012, vol.25, n.1, pp. 105-113. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722012000100013.

No presente estudo, a influência do estilo cognitivo dependência-independência de campo no rendimento acadêmico de estudantes universitários brasileiros foi explorada, bem como o efeito mediador das estratégias de aprendizagem nesta influência. As estratégias de aprendizagem de 313 estudantes universitários de primeiro curso (189 mulheres e 124 homens, idade M=20,86, DP= 3,86) a partir de diferentes domínios, com pontuações elevadas, intermediárias e baixas em dependência-independência de campo, foram avaliadas em um auto questionário e as suas médias globais de rendimento acadêmico no primeiro ano foram registradas. Resultados de uma análise de regressão mostraram que o estilo cognitivo e as estratégias de aprendizagem contribuem significativamente para o sucesso acadêmico. Uma path analysis revelou que as estratégias de planejamento mediam a influência do estilo cognitivo na sua realização.

Keywords : Dependência-independência de campo; estilo cognitivo; estratégias de aprendizagem; aprendizagem auto regulada; desempenho acadêmico.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English