SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 suppl.5Pancreatic capillary blood flow during caerulein-induced pancreatitis evaluated by a laser-doppler flowmeter in ratsEffects of oxybutynin in bladder hyperactivity caused by hemorrhagic cystitis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Cirurgica Brasileira

Print version ISSN 0102-8650On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

MARTINS, Antonio Carlos Pereira et al. PSA livre e volume prostático no diagnóstico do cancer da próstata. Acta Cir. Bras. [online]. 2003, vol.18, suppl.5, pp.22-24. ISSN 0102-8650.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502003001200008.

OBJETIVO: Investigar a influencia do volume prostático no desempenho do PSA total (tPSA) e livre (fPSA) no diagnóstico do adenocarcinoma prostático. MÉTODOS: 188 patients foram submetidos à biópsias prostáticas guiadas por ultra-som trans-retal (10-12 fragmentos) por apresentarem toque retal alterado e/ou tPSA entre 2,5 e 10ng/ml. A idade média foi 65,7±8,7 anos. A prevalência do câncer foi de 19% (19/100) em pacientes com próstatas >40ml (GI) e 29,5% (26/88) naqueles com próstatas <40ml (GII). Analisamos a sensibilidade e a especificidade do tPSA em corte de 2,5ng/ml e 4ng/ml bem como a influência do fPSA nos dois grupos de pacientes. RESULTADOS: No grupo GI a sensibilidade e a especificidade do tPSA foram de 94,4% e 19,5% no corte de 4ng/ml e 100% e 6% no corte de 2,5ng/ml. Para o grupo GII os valores correspondentes foram 76,5% e 62,9%, e 100% e 19,3%. No GI a aplicação da fração f/tPSA, corte de 19%, manteve a sensibilidade do teste acima de 90% e elevou a especificidade para 46,2% no corte de 4ng/ml e 32,9% no corte de 2,5ng/ml. No GII a fração f/tPSA não foi capaz de elevar a especificidade do tPSA sem afetar significativamente a sensibilidade. Porém, neste grupo o uso do quociente f/tPSA de 16% elevou a especificidade do tPSA, corte de 2,5ng/ml, para 46,7% para sensibilidade acima de 90%. CONCLUSÃO:Recomenda-se estratificar os pacientes segundo o volume prostático para definir o corte do tPSA. O tPSA no corte de 2,5ng/ml, associado ao f/TPSA de 19% em próstatas >40ml e de 16% para próstatas <40ml representou melhor opção para indicação de biópsia que o tPSA no corte de 4ng/ml associado ou não à fração f/tPSA.

Keywords : Antígeno prostático específico; PSA, rastreamento; Câncer, próstata; Adenocarcinoma.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License