SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 suppl.5Testicular tumors in childhood author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Cirurgica Brasileira

On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

FAZAN, Valéria Paula Sassoli; RIBEIRO, Rogério Alves; RIBEIRO, João Alberto S.  and  RODRIGUES FILHO, Omar Andrade. Right retroesophageal subclavian artery. Acta Cir. Bras. [online]. 2003, vol.18, suppl.5, pp. 54-56. ISSN 1678-2674.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502003001200020.

OBJETIVO: A artéria subclávia pode ser variável em sua origem, trajeto e/ou comprimento. Uma das variações anatômicas mais comuns é a origem da artéria subclávia direita como o último ramo do arco aórtico. Essa artéria é conhecida como artéria subclávia retroesofágica ou "artéria lusória". A artéria subclávia direita retroesofágica é comumente descrita como assintomática, sendo os achados, na maioria das vezes, acidentais. Entretanto, essa artéria pode ser um sítio de formação de placas ateromatosas, lesões inflamatórias ou até aneurismas. RELATO DE CASO: O presente estudo descreve um caso de artéria subclávia direita retroesofágica e discute os achados de acordo com sua importância clínica e implicações cirúrgicas. CONCLUSÃO: Variações anatômicas do arco aórtico e seus ramos são significantes para diagnósticos e procedimentos cirúrgicos do pescoço e do tórax. Caso uma artéria subclávia direita retroesofágica seja diagnosticada durante uma cirurgia do arco aórtico, um procedimento corretivo deve ser considerado. Pacientes em terapia intensiva devem ser investigados para a presença dessa variação anatômica antes de uma sondagem nasogástica de longa duração para se evitar complicações como fístulas e hemorragia.

Keywords : Anatomia vascular; Variações arteriais; Artéria subclávia; Arco aórtico; Cirurgia cervical.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English