SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue3Digital morphometric analysis of the aortic wall in pigs following implantation of dacron-covered stents versus non-covered stentsEndocrine and exocrine consequences of the open and ligated pancreatic duct: clinical and laboratorial findings in rabbits author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Cirurgica Brasileira

Print version ISSN 0102-8650On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

SANTIAGO, José Roberto Ferreira; KOBAYASI, Shoiti  and  GRANJEIRO, José Mauro. Aumento de área gástrica e ganho de peso em ratos submetidos à ingestão de água gaseificada. Acta Cir. Bras. [online]. 2004, vol.19, n.3, pp.220-237. ISSN 0102-8650.  https://doi.org/10.1590/S0102-86502004000300007.

OBJETIVO: Em virtude do aumento progressivo da utilização de bebidas gaseificadas e do ganho de peso na população brasileira, e sabendo-se que os refrigerantes têm no gás carbônico um fator em comum, planejou-se um estudo experimental em ratos para investigar os efeitos da água gaseificada na ingestão hídrica e alimentar, ganho de peso, área gástrica, glicemia, hematócrito e hemoglobina. MÉTODOS: Foram constituídos 4 grupos de 12 ratos acompanhados por 36 dias. Ao Grupo-1 foi oferecido 35 g/dia de ração "ad libitum" e 20 ml de água não gaseificada em 4 períodos diários, ao Grupo-2 foi oferecido 35 g/dia de ração "ad libitum" e 20 ml de água gaseificada em 4 períodos diários, ao Grupo-3 foi oferecido 10 g/dia de ração "ad libitum" e 20 ml de água não gaseificada em 4 períodos diários e ao Grupo-4 foi oferecido 10 g/dia de ração "ad libitum" e 20 ml de água gaseificada em 4 períodos diários. RESULTADOS: Os resultados identificaram que os animais que foram submetidos ao tratamento com água gaseificada (Grupo-2 e Grupo-4), apresentaram um maior volume de ingestão hídrica e aumento significativo da área gástrica (p<0,001), no Grupo-2 a ingestão alimentar assim como o ganho de peso foi significativo (p<0,01), os dados de glicemia, hematócrito e hemoglobina não tiveram alterações significativas entre os grupos estudados. CONCLUSÃO: Nas condições em que foi realizado este experimento, concluímos que a água gaseificada favoreceu a ingestão hídrica e alimentar, o ganho de peso e o aumento da área gástrica.

Keywords : Ganho de peso; Água gaseificada; Gás carbônico; Área gástrica.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License