SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue5Electric microcurrent in the restoration of the skin undergone a trichloroacetic acid peeling in ratsMucosal atrophy/bacterial translocation in experimental sepsis in Wistar rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Cirurgica Brasileira

On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

GRECA, Fernando Hintz et al. Submucosa de intestino delgado no reparo de defeito em parede abdominal de ratos. Acta Cir. Bras. [online]. 2004, vol.19, n.5, pp. 471-477. ISSN 1678-2674.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502004000500004.

OBJETIVO: Comparar a biocompatibilidade da tela de polipropileno e do enxerto de submucosa intestinal de suínos, quando usados para o reparo de defeito criado na parede anterior de abdomen de ratos, que envolveu toda a sua espessura e extensão. MÉTODO: Vinte ratos Wistar foram divididos em dois grupos de 10 animais. Um defeito quadrangular, com 3,5cm de lado foi criado cirurgicamente na parede abdominal anterior dos 20 ratos. No primeiro grupo(grupo 1) este defeito foi reparado com submucosa de intestino delgado (SID), e no segundo grupo(grupo 2) com tela de polipropileno. Após 30 dias, os animais foram sacrificados. Além da avaliação macroscópica dos enxertos, realizou-se um estudo tensiométrico e microscópico. RESULTADOS: Os animais de ambos os grupos apresentaram aderências entre o implante e as estruturas intra-abdominais, todavia no grupo com a tela de polipropileno observou-se maior número de aderências entre a tela e as alças intestinais. A força máxima de ruptura foi significantemente maior no grupo de animais com a tela de polipropileno, todavia se corrigida pela espessura do enxerto, a tensão máxima foi maior no enxerto de submucosa porcina que na tela de polipropileno. A mesotelisação foi significativamente mais intensa no grupo da submucosa, assim como a deposição de colágeno. As reações granulomatosas de corpo estranho e inflamação crônica também foram mais intensas no grupo 1. CONCLUSÃO: A SID monstrou ser uma alternativa ao enxerto sintético no reparo de grandes defeitos da parede abdominal em ratos, com melhor mesotelisação e deposição de colágeno, sem aumento no número de complicações. A submucosa apresentou maior resistência por mm2, apesar de ter se mostrado menos resistente quando considerada a força maneira absoluta.

Keywords : Submucosa intestino delgado; Tela de polipropileno; Defeito parede abdominal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese