SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Omeprazole and misoprostol for preventing gastric mucosa effects caused by indomethacin and celecoxib in ratsProphylaxis of deep-vein thrombosis after lower extremity amputation: Comparison of low molecular weight heparin with unfractionated heparin author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Cirurgica Brasileira

On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

CARVALHO, Paulo de Tarso Camillo de et al. Análise da influência do laser de baixa potência (HeNe) na cicatrização de feridas cutâneas em ratos diabéticos e não diabéticos. Acta Cir. Bras. [online]. 2006, vol.21, n.3, pp. 177-183. ISSN 1678-2674.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502006000300010.

OBJETIVO: Estudar, comparativamente, através de análises morfométricas das fibras colágenas, a influência da irradiação com laser HeNe no percentual de colágeno de lesões cutâneas induzidas em ratos diabéticos aloxânico e não diabéticos. MÉTODOS: Foram utilizados 48 ratos Wistar, machos sendo estes divididos em grupos: Grupo 1 diabético tratado com laser, Grupo 2 diabético não-tratado, Grupo 3 não-diabético tratado e Grupo 4 não-diabéticos não-tratados. Nos grupos 1 e 2 diabetes foi induzido por injeção intravenosa (veia dorsal do pênis de Aloxana (2, 4, 5, 6 - Tetraoxypyrimidina; 5-6 Dioxyuracila) SIGMA, 0.1ml de solução a cada 100 g. de peso corporal. Todos os animais foram submetidos a uma lesão no dorso e os Grupos 1 e 3, foram tratados com laser HeNe com dosagem de 4 J/cm2 por 36 s. Um animal de cada grupo sofreu eutanásia no 3º, 7º e 14 dias após a lesão e retiradas as amostras que foram emblocadas em parafina, coradas com H.E., Tricrômico de Masson e a analisadas morfométricamente pelo software IMAGELAB . Os dados resultantes foram tratados estatisticamente pela análise de variância (ANOVA), e pelos testes t e Kruskal-Wallis fixou-se em 0,05 ou 5% (a £ 0,05) o nível de rejeição da hipótese de nulidade. RESULTADOS: Os resultados obtidos das amostras retiradas aos 3º, 7º e 14 dias após a lesão, demonstram que o grupo tratado com laser apresentou média de fibras colágenas maiore estatisticamente significante(p<0.05), em relação ao grupo não-tratado, tanto para diabéticos (p= 0.0104), como não-diabéticos (p= 0.039). CONCLUSÃO: O laser de baixa potência (632,8 nm) se mostrou capaz de influenciar o percentual de colágeno em feridas cutâneas, aumentando a média de fibras colágenas, tanto para o grupo diabético como no não-diabético.

Keywords : Terapia a Laser de Baixa Potência; Cicatrização de Feridas; Colágeno; Ratos.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English