SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue2Effect of anti-inflammatory agents on the integration of autogenous bone graft and bovine bone devitalized matrix in ratsApoptotic effects of inositol hexaphosphate on biomarker Itpr3 in induced colon rat carcinogenesis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Cirurgica Brasileira

On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

GRECA, Fernando Hintz et al. A influência do azul de metileno na prevenção da lesão pulmonar, intestinal e renal após isquemia-reperfusão intestinal. Acta Cir. Bras. [online]. 2008, vol.23, n.2, pp. 149-156. ISSN 1678-2674.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502008000200007.

OBJETIVO: Estudar a ação do azul de metileno como supressor da produção de radicais livres de oxigênio, atuando como receptor alternativo de elétrons na enzima xantina-oxidase. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram utilizados 32 ratos Wistar (Rattus norvegicus albinus, Rodentia mammalia) divididos em 2 grupos de 16 animais, os quais foram denominados grupos: experimento e controle. Todos os animais foram submetidos a laparotomia mediana e oclusão da artéria mesentérica cranial por 60 minutos. A reperfusão foi confirmada por meio da verificação do reaparecimento da pulsação da arcada mesentérica. Foi então administrado no grupo experimento 2 ml de azul de metileno 1% intra-peritonealmente, enquanto que no grupo controle o mesmo volume de solução salina isotônica foi administrado pela mesma via. Após 4 horas de reperfusão, os animais foram sacrificados. Os pulmões foram ressecados nos 32 animais do estudo, ao passo que o intestino delgado e os rins em 20 animais (10 ratos do grupo controle e 10 ratos do grupo experimento). Amostras dos órgãos retirados foram obtidas para medição da xantina-oxidase, análise histopatológica e avaliação do edema. RESULTADOS: O dano pulmonar encontrado no grupo controle foi superior ao encontrado no grupo experimento. Observou-se uma maior formação de edema e uma maior atividade inflamatória nos pulmões do grupo controle. O dano intestinal e renal encontrado foi semelhante em ambos os grupos, mas não tão intenso quanto o dano pulmonar. A atividade da xantina-oxidase foi semelhante em ambos os grupos. CONCLUSÃO: A atividade protetora do azul de metileno foi evidenciada nos pulmões, todavia o mesmo efeito não foi demonstrado nos rins nem no intestino delgado.

Keywords : Azul de metileno; isquemia-reperfusão; xantina-oxidase.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English