SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número6Contribuição da imagem infravermelha para detecção da isquemia intestinal na cicatrização das feridasPesquisa clínica com novos fármacos (Fase I). Perfil das publicações científicas: dados da fase pré-clínica e aspectos bioéticos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Acta Cirurgica Brasileira

versão On-line ISSN 1678-2674

Resumo

LUSTOSA, Suzana Angélica Silva et al. Impacto da linfadenectomia ampliada na morbidade, mortalidade, recidiva e cinco anos de sobrevida após gastrectomia por câncer: metanálise de ensaios clínicos randomizados. Acta Cir. Bras. [online]. 2008, vol.23, n.6, pp. 520-530. ISSN 1678-2674.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502008000600009.

OBJETIVO: Comparar a morbidade, mortalidade, recidiva e sobrevida de cinco anos entre linfadenectomia D1 e D2 ou D3 no tratamento do câncer gástrico. MÉTODOS: Revisão sistemática metanálise de ensaios clínicos randomizados, programa Metaview, Revman 4.2.8. Heterogeneidade estatística pelo teste Q de Cochrane (P<0,1) e teste I2 (P>50%). Estimativas dos efeitos pelo modelo randômico. RESULTADOS: Maior mortalidade hospitalar em D2 ou D3, RR = 2.13, p=0.0004, 95% IC, 1.40 a 3.25, I2=0%, P=0.63; maior morbidade geral em D2 ou D3, RR = 1.98, p<0.00001, 95% IC, 1.64 a 2.38, I2 = 33.9%, P=0.20; maior tempo operatório em D2 e D3, diferença de média ponderal de 1.05, p<0.00001, 95% IC, 0.71 a 1.38, I2 = 78.7%, P=0.03; número de reoperações maior em D2 e D3, RR = 2.33, p<0.0001, 95% IC, 1.58 a 3.44, I2 = 0%, P=0.99; maior tempo de permanência hospitalar em D2 e D3, diferença de média ponderal de 4.72, p<0.00001, 95% IC, 3.80 a 5.65, I2 = 89.9%, P<0.00001; recidiva maior nos grupos D2 e D3, RR = 0.89, p=0.02, 95% IC, 0.80 a 0.98, I2 = 71.0%, P = 0.03; mortalidade com doença recidivada maior em D1, RR = 0.88, p=0.04, 95% IC, 0.78 a 0.99, I2 =51.8%, P=0.10; 5 anos de sobrevida mostrou diferença estatística não significante, RR = 1.05, p=0.40, 95% IC, 0.93 a 1.19, I2 = 49.1% e P=0.12. CONCLUSÕES: Linfadenectomia D2 ou D3 está associada a maior morbidade e maior mortalidade intra-hospitalar; D2 ou D3 apresenta menor incidência de recidiva e menor mortalidade com recidiva, analisadas em conjunto, com heterogeneidade estatística; D2 ou D3 não tem impacto na sobrevida de 5 anos.

Palavras-chave : Neoplasias Gástricas; Excisão de Linfonodo; Metanálise; Ensaio Clínico; Prognóstico.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês