SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 suppl.1Sinus node function in patients operated for mitral valve disease: indirect evaluation with epimyocardial electrodesThe influence of treatment access regulation and technological resources on the mortality profile of acute biliary pancreatitis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Cirúrgica Brasileira

Print version ISSN 0102-8650On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

SANTOS, José Sebastião dos et al. Protocolo clínico e de regulação para o tratamento de icterícia no adulto e idoso: subsídio para as redes assistenciais e o complexo regulador. Acta Cir. Bras. [online]. 2008, vol.23, suppl.1, pp.133-142. ISSN 1678-2674.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502008000700022.

OBJETIVO: As ações clínicas e de ordenação do acesso à rede de saúde podem ser aperfeiçoadas pelo Complexo Regulador (CR) e pelos Protocolos Clínicos e de Regulação (PCR). Nesse trabalho apresenta-se a metodologia de elaboração dos PCR mediante cooperação entre universidade e sistema de saúde. MÉTODOS: O processo utilizado para a elaboração dos PCR envolve oficinas com a participação de profissionais da atenção básica, do CR e das equipes matriciais (especialistas da universidade que dão suporte às equipes de atenção básica). RESULTADOS: Dentre os temas selecionados para elaboração dos PCR, incluiu-se a icterícia no adulto e no idoso. Trata-se de um sinal clínico que comporta quatro cenários de apresentação com distintos percursos diagnósticos e terapêuticos passíveis de serem executados em diferentes pontos da rede assistencial. As diretrizes de avaliação, bem como as decisões e ações clínicas e reguladoras cabíveis para os diferentes cenários foram estabelecidas desde a atenção básica até o hospital terciário. As ações clínicas e reguladoras mais relevantes foram colocadas em algoritmo para facilitar o emprego do protocolo pelos profissionais de saúde. CONCLUSÃO: Há a expectativa que a implementação desse protocolo possa minimizar o descompasso entre as necessidades dos pacientes ictéricos e a modalidade de serviço oferecida e, assim, contribuir para a configuração de uma rede assistencial mais cooperativa.

Keywords : Protocolo Clínico e de Regulação; Regulação Médica; Icterícia; Sistema Único de Saúde.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License