SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue6Analysis of 83 consecutive liver transplants performed at a tertiary care reference hospital in the interior of the state of Sao PauloPerioperative care in an animal model for training in abdominal surgery: is it necessary a preoperative fasting? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Cirurgica Brasileira

On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

BASILE-FILHO, Anibal; NICOLINI, Edson Antonio; AUXILIADORA-MARTINS, Maria  and  SILVA JR, Orlando de Castro e. O uso da dosagem seriada do lactato sérico no perioperatório, do APACHE II e do MELD pós-operatório como preditores de mortalidade precoce após transplante hepático. Acta Cir. Bras. [online]. 2011, vol.26, n.6, pp. 535-540. ISSN 1678-2674.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502011000600021.

OBJETIVO: Avaliar qual parâmetro é o mais eficiente na predição de mortalidade precoce (um mês) de pacientes submetidos a transplante ortotópico de fígado (OLT). MÉTODOS: Estudo retrospectivo em cinqüenta e oito pacientes adultos (44 homens e 14 mulheres, com uma idade média de 51,7 ± 10,1 anos) admitidos na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital terciário. Os parâmetros como a dosagem seriada de lactato no sangue, APACHE II, MELD pós-OLT, creatinina, bilirrubina e INR foram analisados por curvas ROC (Receiver-operator characteristic), evidenciado pela área abaixo da curva (AUC). O nível de significância foi definido em 0,05. RESULTADOS: A mortalidade dos pacientes OLT em até um mês foi de 17,3%. As diferenças no nível de lactato no sangue tornaram-se estatisticamente significantes entre sobreviventes e não sobreviventes no final da cirurgia (p < 0,05). A AUC foi de 0,726 (95%CI = 0,593-0,835) para APACHE II (p = 0,02); 0,770 (95%CI = 0,596-0,849) para o lactato sérico (L7-L8) (p = 0,03); 0,814 (95%CI = 0,690-0,904) para MELD post-OLT (p < 0,01); 0,550 (95%CI = 0,414-0,651) de creatinina (p = 0,64); 0,705 (95%CI = 0,571-0,818) de bilirrubina (p = 0,05) e 0,774 (95%CI = 0,654-0,873) para INR (p = 0,02). CONCLUSÃO: Dentre os vários parâmetros estudados, o MELD pós-OLT foi o mais eficaz na predição de mortalidade precoce em pacientes submetidos à OLT.

Keywords : Ácido Láctico; Transplante de Fígado; Índice de Gravidade de Doença; Prognóstico.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English