SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número8Avaliação do estresse oxidativo em camundongos submetidos ao exercício físico aeróbicoAplicação cirúrgica de fascia lata como substituto do pericárdio em coelhos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Cirurgica Brasileira

versão On-line ISSN 1678-2674

Resumo

ALVES-JUNIOR, José Roberto Ferreira et al. Associação da acepromazina com propofol em tartarugas-da-amazônia Podocnemis expansa criadas em cativeiro. Acta Cir. Bras. [online]. 2012, vol.27, n.8, pp.552-556. ISSN 1678-2674.  https://doi.org/10.1590/S0102-86502012000800006.

OBJETIVO: Avaliar os efeitos de uma associação anestésica com diferentes concentrações em tartarugas-da-amazônia (Podocnemis expansa). MÉTODOS: Vinte P. expansa, hígidas, de ambos os sexos, com massa corporal entre 1,0 e 1,5 kg, de um criatório comercial localizado no vale do rio Araguaia, Goiás, Brasil, foram distribuídas em dois grupos (G1 n=10 e G2 n=10). Cada grupo recebeu um protocolo sendo: P1 = acepromazina (0,5 mg/kg IM) e propofol (5 mg/kg IV) e P2 = acepromazina (0,5 mg/kg IM) e propofol (10 mg/kg IV), aplicados nos grupos G1 e G2, respectivamente. A acepromazina foi aplicada no membro torácico esquerdo e o propofol no seio vertebral cervical. Foram avaliados os parâmetros anestésicos: locomoção, relaxamento muscular, resposta aos estímulos dolorosos no membro torácico direito e nos membros pelvinos e frequência cardíaca. RESULTADOS: O tempo de indução anestésica foi o mesmo para ambos os protocolos (P1 e P2), porém o P2 apresentou efeitos mais duradouros. CONCLUSÃO: As sedações obtidas por esses protocolos (P1 e P2) foram satisfatórias para a colheita de amostras biológicas, exames físicos e realização de pequenos procedimentos cirúrgicos nesta espécie.

Palavras-chave : Anestesia; Acepromazina; Propofol; Répteis; Tartarugas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons