SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue9Anti toxic effect of broccoli extract on stannous dichloride toxicityL-arginine in the ischemic phase protects against liver ischemia-reperfusion injury author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Cirurgica Brasileira

On-line version ISSN 1678-2674

Abstract

TAKHTFOOLADI, Mohammad Ashrafzadeh et al. Efeito protetor da N-acetilcisteína no rim como um órgão remoto músculo esquelético após isquemia-reperfusão. Acta Cir. Bras. [online]. 2012, vol.27, n.9, pp.611-615. ISSN 1678-2674.  https://doi.org/10.1590/S0102-86502012000900004.

OBJETIVO: Investigar se a N-acetilcisteína tem um efeito protetor contra a lesão renal como um órgão remoto músculo esquelético após isquemia-reperfusão em ratos. MÉTODOS: Vinte ratos Wistar machos foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos experimentais: grupo isquemia-reperfusão (grupo I) e grupo isquemia-reperfusão N-acetilcisteína (grupo II). Após a anestesia de ketamina e xilazina, a artéria femoral foi exposta. Todos os animais foram submetidos a 2h de isquemia pela oclusão da artéria femoral e 24h de reperfusão. Os ratos que foram tratados com N-acetilcisteína administrados IV na dose de 150 mgkg-1, imediatamente antes da reperfusão. Após 24h de reperfusão, as amostras de sangue foram coletadas e submetidas para avaliação de uréia, creatinina e, em seguida, os ratos foram sacrificados e rim esquerdo retirados para estudo histopatológico em microscopia de luz. RESULTADOS: A uréia (35 ± 7,84 mg.dL-1), creatinina (1,46 ± 0,47 mg.dL-1) os valores foram significativamente menores no grupo II (p=0,000). Estudo histopatológico renal do grupo I mostrou extensa necrose distal e proximal, células tubular e descamação das células epiteliais para o lúmen tubular, formação de elenco no túbulo e glomerulo, fibrose glomerular e hemorragia. Histopatologicamente houve uma diferença significativa (p=0,037) entre os dois grupos. CONCLUSÃO: A N-acetilcisteína foi capaz de diminuir a lesão renal induzida por reperfusão de isquemia do músculo esquelético em ratos.

Keywords : Acetilcisteína; Músculo Esquelético; Isquemia; Reperfusão; Rim; Ratos.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License