SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número4Casuística de pacientes com queixa principal de alta estatura atendidos em serviço de referência em Salvador, BahiaAleitamento materno e tabus alimentares índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Paulista de Pediatria

versão impressa ISSN 0103-0582versão On-line ISSN 1984-0462

Resumo

AZEREDO, Catarina Machado et al. Percepção de mães e profissionais de saúde sobre o aleitamento materno: encontros e desencontros. Rev. paul. pediatr. [online]. 2008, vol.26, n.4, pp.336-344. ISSN 0103-0582.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822008000400005.

OBJETIVO: Identificar as vantagens do aleitamento materno e as causas de desmame precoce segundo a percepção de mães e profissionais do Programa de Saúde da Família (PSF) do município de Teixeiras, em Minas Gerais. MÉTODOS: Estudo transversal com abordagem quantitativa, cujos dados foram obtidos por meio de dois questionários semi-estruturados direcionados aos 36 profissionais de saúde do PSF e às 137 mães de bebês com até 24 meses de idade, cadastradas no programa. A análise dos dados foi realizada pelo programa Epi-Info 6.04. RESULTADOS: Dentre os entrevistados, 38,3% das mães e 48,5% dos profissionais de Saúde consideraram como principais causas finais para a interrupção da amamentação questões relacionadas à quantidade de leite e à estética, representadas pelas construções sociais: "leite fraco", "leite secou" e "leite insuficiente" e "as mamas caem com a amamentação". Entretanto, houve divergência de relatos, com predominância de questões estéticas entre os profissionais de saúde e de questões relacionadas à produção de leite entre as mães. Quanto às vantagens da amamentação, a questão da imunização da criança foi a mais citada pelos dois grupos. CONCLUSÕES: A percepção de mães e profissionais sobre a amamentação mostrou-se polarizada em dois aspectos importantes. Por um lado, houve concordância quanto aos benefícios do aleitamento materno, com vantagens relacionadas à saúde e ao bem-estar da criança. Por outro, observou-se um distanciamento entre o olhar do profissional de saúde e o relato das mães em relação às causas do desmame precoce. Essa divergência precisa ser trabalhada a fim de promover a amamentação de forma mais efetiva.

Palavras-chave : aleitamento materno; desmame; Programa Saúde da Família.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons