SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue1Association of parental lifestyle with body composition of their adolescent childrenConsistency of data in a study about the impact of nutritional assistance during prenatal care author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582

Abstract

TOLONI, Maysa Helena A.; KONSTANTYNER, Tulio  and  TADDEI, José Augusto A. C.. Fatores de risco para perda ponderal de crianças frequentadoras de berçários em creches do município de São Paulo. Rev. paul. pediatr. [online]. 2009, vol.27, n.1, pp. 53-59. ISSN 0103-0582.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822009000100009.

OBJETIVO: Identificar e quantificar os fatores de risco relacionados ao agravamento da condição nutricional entre o nascimento e a realização deste estudo. MÉTODOS: Estudo transversal com 270 crianças frequentadoras dos berçários de oito creches públicas e filantrópicas do município de São Paulo. Considerou-se com perda ponderal as crianças que apresentaram diferença negativa do escore Z para a relação peso para idade entre o nascimento e a ocasião da realização desse inquérito. No estudo das associações, utilizou-se o teste do qui-quadrado e consideraram-se as variáveis com nível de significância p<0,05. Foi ajustado modelo multivariado de regressão logística com estimativas de razões de chance (Odds Ratio, OR) para o controle de covariáveis ou variáveis de confundimento. RESULTADOS: A análise antropométrica revelou prevalência de desnutrição (P/I <-2 escore Z) de 7,1% no nascimento e de 4,4% na ocasião da medida e evidenciou evolução ponderal em escore Z desfavorável para 50,7% das crianças (n=137). Nas análises bivariadas, as variáveis "peso de nascimento suficiente" (OR=5,35; p<0,001), "anemia" (OR=1,81; p=0,019) e "idade menor que 19 meses" (OR=1,67; p=0,036) alcançaram significância estatística. CONCLUSÕES: A perda ponderal em escore Z ao longo dos primeiros meses de vida é um indicador ainda pouco utilizado em estudos epidemiológicos, mas a realização de outras pesquisas poderá identificá-la como um indicador de risco de vulnerabilidade sociobiológica. Sugere-se a execução de programas de Saúde voltados ao controle da perda ponderal e que enfoquem a população infantil de menor idade e/ou com anemia, de modo a reduzir a prevalência dos agravos nutricionais.

Keywords : fatores de risco; creches; perda de peso; berçários; estado nutricional; criança.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese