SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue1Does chest vibration during respiratory physiotherapy in neonates cause pain?High blood pressure in adolescents of high economic status author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582

Abstract

ALMEIDA, Carla Skilhan de  and  VALENTINI, Nadia Cristina. Integração de informação e reativação da memória: impacto positivo de uma intervenção cognitivo-motora em bebês. Rev. paul. pediatr. [online]. 2010, vol.28, n.1, pp.15-22. ISSN 0103-0582.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822010000100004.

OBJETIVO: Investigar os efeitos de uma intervenção cognitivo-motora na integração de informação e reativação da memória de bebês. MÉTODOS: Participaram do estudo 40 bebês de seis a oito meses de idade, nascidos a termo e matriculados em creches, permanecendo nelas sete horas por dia com relação educador/bebê de 1/6, provenientes de famílias numerosas e de baixa renda que não participavam de programas interventivos. Uma intervenção cognitivo-motora foi propiciada ao Grupo Interventivo com atividades de perseguição visual, manipulação de brinquedo e controle postural. Para o Grupo Controle, nenhuma intervenção foi propiciada. As atividades da rotina da creche foram mantidas para os dois grupos. Três atividades de manipulação foram avaliadas no início do programa, um mês depois (retenção) e três dias após a retenção. Para a análise dos dados, foram utilizados o teste do qui-quadrado com correção de Yates, o teste exato de Fisher e o de Cochran. RESULTADOS: O Grupo Interventivo demonstrou desempenho significativamente superior ao Grupo Controle em evocar informações da memória na retenção e pós-retenção em duas atividades. Mudanças significativas e positivas também foram observadas para o Grupo Interventivo no fator tempo. Os bebês mais velhos do Grupo Interventivo demonstraram melhor capacidade de evocar informação em relação aos mais jovens. Essa tendência não foi observada para o Grupo Controle. CONCLUSÕES: Para potencializar o desenvolvimento global de bebês, as intervenções deveriam ser organizadas implementando tarefas diversificadas com intervalos de aprendizagem apropriados, os quais levem em consideração a capacidade dos bebês de manterem a informação e integrarem essa informação a novos desafios

Keywords : fisioterapia; desenvolvimento infantil; memória.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License