SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue2Infant Motor Scale of Alberta: validation for a population of Southern BrazilPolietilenoglicol na constipação intestinal crônica funcional em crianças author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582

Abstract

POVEDANO, Mônica Cintra A.; NOTO, Iara Spada B. S.; PINHEIRO, Monica de Souza B.  and  GUINSBURG, Ruth. Expectativas e percepções da mãe quanto ao seu recém-nascido: aplicação do inventário de percepção neonatal de Broussard. Rev. paul. pediatr. [online]. 2011, vol.29, n.2, pp.239-244. ISSN 0103-0582.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822011000200016.

OBJETIVOS: Analisar o Inventário de Percepção Neonatal de Broussard, um instrumento que detecta as percepções e expectativas maternas com respeito aos filhos logo após o parto (Tempo 1) e com um mês de vida (Tempo 2), em puérperas multíparas e primíparas. MÉTODOS: Coorte prospectiva com 27 multíparas e 29 primíparas mães de neonatos a termo saudáveis. Inquiriu-se à mãe no segundo dia pós-parto quanta dificuldade ela esperava que a maioria dos bebês tivesse em relação a chorar, alimentar, regurgitar ou vomitar, evacuar, dormir e ter uma rotina. As respostas foram marcadas em uma escala de 5 pontos. A seguir, repetiam-se as perguntas em relação ao seu filho recém-nascido. Após 30 dias, perguntava-se à mãe quanta dificuldade ela achava que a maioria dos bebês e seu próprio filho apresentavam em relação aos mesmos quesitos. A análise estatística utilizou ANOVA para medidas repe-tidas, considerando os seguintes efeitos principais: tempo, grupo (primíparas e multíparas) e categoria (seu bebê e a maioria dos bebês). RESULTADOS: Logo após o parto, as mães esperavam que seus filhos tivessem menos dificuldade nas atividades avalia-das do que a maioria dos bebês. Essa expectativa se confirmou com 30 dias de vida para todos os comportamentos. Não houve diferenças entre primíparas e multíparas. CONCLUSÕES: O Inventário de Percepção Neonatal de Broussard foi bem entendido e aceito pelas mães, mostrando resultados consistentes neste estudo. O instrumento pode ser útil para triar pares mãe-bebê com dificuldades no estabelecimento de vínculo.

Keywords : recém-nascido; relações mãe-filho; vínculo.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License