SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue222q11.2 deletion syndrome and congenital heart defectsFactors that influence the practice of healthcare professionals regarding pain management in newborn infants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582

Abstract

BRAVO-VALENZUELA, Nathalie Jeanne M.; PASSARELLI, Maria Lucia B.  and  COATES, Maria Veronica. Curvas de crescimento pôndero-estatural em crianças com síndrome de Down: uma revisão sistemática. Rev. paul. pediatr. [online]. 2011, vol.29, n.2, pp. 261-269. ISSN 0103-0582.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822011000200019.

OBJETIVO: Revisar, de forma sistemática, as curvas de crescimento de crianças e adolescentes com síndrome de Down de diferentes países publicadas entre 1978 e 2008. FONTES DOS DADOS: Revisão sistemática baseada em dados eletrônicos (Medline, Lilacs e algumas referências de artigos citados), sendo selecionados títulos científicos publicados no intervalo de 30 anos. Analisadas as principais características dessas curvas de crescimento nos diferentes países. Excluídos estudos exclusivos de perímetro cefálico e os que não incluíam a construção de curvas de peso e/ ou estatura na síndrome de Down. As variáveis de peso e estatura/comprimento foram expressas em kg, centímetros e/ou escores Z. SÍNTESE DOS DADOS: Baixo peso e comprimento ao nascimento, baixa estatura final, prevalência de sobrepeso/ obesidade e reduzida velocidade de crescimento são caracte-rísticas importantes do crescimento na síndrome de Down. Cardiopatias congênitas e outras comorbidades podem ocorrer na síndrome, contribuindo para comprometer mais o crescimento deficiente. Nos estudos revisados, a média de estatura final variou entre 141,9 e 155cm para o gênero feminino e entre 150 e 165cm para o masculino (desvio padrão: -2,0 a -4,0). CONCLUSÕES: Reduzida velocidade de crescimento esta-tural, baixa estatura final e crescimento puberal total mais curto e precoce foram observados. Após o final da infância, ocorreu prevalência de sobrepeso/obesidade. É importante o uso de curvas específicas para a síndrome de Down para o reconhecimento precoce e adequado de doenças adicionais e/ou de sobrepeso/obesidade incipiente.

Keywords : síndrome de Down; estatura; peso corporal; gráficos de crescimento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese