SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número2Factores de riesgo para mortalidad infantil en municipios de la Provincia de Paraná (Brasil), de 1997 a 2008Estrategias de campo en ensayos clínicos con nuevas vacunas producidas en Brasil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Paulista de Pediatria

versión impresa ISSN 0103-0582

Resumen

BELO, Vinícius Silva et al. Fatores associados à ocorrência de parasitoses intestinais em uma população de crianças e adolescentes. Rev. paul. pediatr. [online]. 2012, vol.30, n.2, pp. 195-201. ISSN 0103-0582.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822012000200007.

OBJETIVOS: Analisar a prevalência de infecções por parasitos intestinais em crianças e adolescentes matriculados em escolas de ensino fundamental no município de São João del-Rei, Minas Gerais, e os fatores associados à infecção. MÉTODOS: Estudo epidemiológico seccional, realizado entre março/2008 e julho/2009. Foram realizados exames coproscópicos por sedimentação espontânea e Kato-Katz em 1.172 escolares. Foram ajustados modelos de regressão logística múltipla para o estudo dos fatores associados às infecções em geral e, separadamente, por helmintos e por protozoários. RESULTADOS: A prevalência de infecções foi de 29%, havendo uma variação de 7 a 83%, respectivamente, entre as escolas de menor e maior ocorrência. A presença de instalação sanitária no domicílio foi associada a uma ocorrência menor de helmintos; o aumento na idade dos escolares associou-se a uma maior ocorrência de protozoários e de parasitos em geral; enquanto a presença de filtro de água e a localização do domicílio em área urbana mostraram-se associadas a uma ocorrência menor dos três desfechos analisados. Em todas as regiões, foi registrado o consumo de medicação preventiva contra helmintos. CONCLUSÕES: Desigualdades nas condições de vida tornaram as prevalências diferenciadas entre as regiões do estudo. O estudo ressalta a necessidade de promover o uso de filtros de água nas residências de áreas endêmicas e de avaliar o consumo preventivo de medicamentos anti-helmínticos na dinâmica e na saúde dos indivíduos. Medidas de controle que levem em conta os fatores descritos devem ser prioritárias em nível de Saúde Pública.

Palabras llave : infecções por protozoários; helmintos; epidemiologia; fatores de risco; desigualdades em saúde.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · pdf en Inglés | Portugués