SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue3Influence of glycemic index and glycemic load of the diet on the risk of overweight and adiposity in childhoodConsumption of fruits and vegetables associated with other risk behaviors among adolescents in Northeast Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582On-line version ISSN 1984-0462

Abstract

BARBOSA, Sara Crosatti et al. Ambiente escolar, comportamento sedentário e atividade física em pré-escolares. Rev. paul. pediatr. [online]. 2016, vol.34, n.3, pp.301-308. ISSN 0103-0582.  https://doi.org/10.1016/j.rppede.2016.02.003.

Objetivo:

Analisar a atividade física e o comportamento sedentário de pré-escolares durante a permanência na escola e os fatores associados.

Métodos:

Participaram do estudo 370 pré-escolares de 4 a 6 anos, estratificados de acordo com sexo, idade e região da escola em Londrina (PR). Foi aplicado um questionário às diretoras das pré-escolas para analisar a infraestrutura e o ambiente escolar. A atividade física e o comportamento sedentário foram estimados com acelerômetros por cinco dias consecutivos durante a permanência na escola. A razão de chances (RC) foi estimada por meio da regressão logística binária.

Resultados:

Na escola, independentemente da idade, os pré-escolares permanecem relativamente mais tempo em comportamento sedentário (89,6%-90,9%), seguido de atividade física leve (4,6%-7,6%), moderada (1,3%-3%) e vigorosa (0,5%-2,3%). A sala de recreação interna (RC=0,20; IC95% 0,05-0,83) e o parque (RC=0,08; IC95% 0,00-0,80) protegem os alunos de 4 anos do comportamento sedentário elevado. Associação inversa foi encontrada entre sala de recreação interna e atividade física (RC=0,20; IC95% 0,00-0,93) nos escolares de 5 anos. Sala de recreação interna (RC=1,54; IC95% 1,35-1,77), parque (RC=2,82; IC95% 1,14-6,96) e recreio (RC=1,54; IC95% 1,35-1,77) são fatores que aumentam a chance dos escolares de 6 anos de serem ativos.

Conclusões:

A infraestrutura e o ambiente da escola devem ser considerados como estratégias para promover a atividade física e reduzir o comportamento sedentário em pré-escolares.

Keywords : Ambiente; Atividade motora; Creche; Criança; Infraestrutura.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )