SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue4EXERGAMES IN ADOLESCENTS: ASSOCIATED FACTORS AND POSSIBLE REDUCTION IN SEDENTARY TIMEEDUCATIONAL PROGRAM FOR THE PROMOTION OF KNOWLEDGE, ATTITUDES AND PREVENTIVE PRACTICES FOR CHILDREN IN RELATION TO TRAFFIC ACCIDENTS: EXPERIMENTAL STUDY author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582On-line version ISSN 1984-0462

Abstract

ARRUDA, Gustavo Aires de et al. PROPOSIÇÃO E REPRODUTIBILIDADE DE UMA ESCALA DE DOR NA COLUNA CERVICAL, TORÁCICA E LOMBAR EM JOVENS BRASILEIROS. Rev. paul. pediatr. [online]. 2019, vol.37, n.4, pp.450-457.  Epub Jan 07, 2019. ISSN 0103-0582.  https://doi.org/10.1590/1984-0462/;2019;37;4;00001.

Objetivo:

Propor e analisar a reprodutibilidade de um instrumento para verificar a presença e a intensidade da dor na coluna cervical, torácica e lombar em jovens brasileiros.

Métodos:

Estudo de reprodutibilidade com uma amostra de 458 participantes (13 a 20 anos). Dois grupos foram formados para cada sexo de acordo com o intervalo de dias entre teste e reteste (10±3 e 28±2 dias). Para a análise da dor na coluna, foi apresentada a figura de um corpo humano com as áreas da coluna cervical, torácica e lombar delimitadas. A seguinte pergunta foi realizada: durante um dia comum, você sente dor em alguma dessas regiões da coluna? Se sim, qual é a intensidade de 0 a 10 (marque um traço)? A extremidade com o número 0 correspondia à ausência de dor e o número 10, à dor muito intensa. A concordância na frequência e intensidade da dor foi verificada por meio do teste Kappa e da plotagem de Bland-Altman, respectivamente.

Resultados:

Os coeficientes de correlação intraclasse variaram de 0,71 (intervalo de confiança de 95% - IC95% - 0,59-0,79) a 0,94 (IC95% 0,90-0,96). Os resultados relativos à concordância no escore de dor mostraram que as diferenças médias foram próximas de 0 e a maior diferença média foi de -0,40 (IC95% -5,14-4,34). A concordância no relato de dor variou de 72,2 (Kappa 0,43; IC95% 0,28-0,58) a 90,1% (Kappa 0,76; IC95% 0,60-0,92).

Conclusões:

O instrumento demonstrou ser uma forma reprodutível de verificar a dor em diferentes regiões da coluna vertebral em jovens brasileiros.

Keywords : Adolescente; Criança; Cervicalgia; Dor lombar; Medição da dor.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )