SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue3Antifungal susceptibility of Candida albicans isolated from oral mucosa of patients with cancerMacrophage phagocytosis of Candida albicans. An in vitro study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo

Print version ISSN 0103-0663

Abstract

TORRES, Sergio A. et al. Níveis de infecção de estreptococos do grupo mutans em gestantes. Rev Odontol Univ São Paulo [online]. 1999, vol.13, n.3, pp. 225-231. ISSN 0103-0663.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-06631999000300004.

Considerando que a aquisição precoce dos estreptococos do grupo mutans é um fator de risco para o desenvolvimento de lesões cariosas nas crianças e que a transmissão desses microrganismos é dependente do nível de colonização apresentado pelas mães, procurou-se analisar a situação bucal de gestantes residentes na cidade de Bauru-SP-Brasil. Foram amostradas 50 gestantes na faixa etária de 16 a 37 (média de 22,8 ± 5,5 anos) de baixo nível sócio-econômico que faziam acompanhamento pré-natal no Núcleo de Assistência às Gestantes (NAG-7). A condição bucal foi avaliada pelo índice CPO-S, realizado com o auxílio de sonda exploradora e espelho, sem o uso de tomadas radiográficas. Amostras de saliva estimulada foram obtidas e manipuladas de acordo com as especificações do fabricante do Caritest-SM (HERPO), para pesquisa do grupo mutans. Entre as 50 gestantes examinadas, o índice CPO-S variou de 5 a 114 (média de 37,1), sendo que 8 (16%) possuíam todos os dentes; 39 (78%) haviam perdido de 1 a 10 dentes e 4 (8%), de 13 a 22 dentes. O grupo mutans foi detectado em 48 (96%) amostras de saliva, das quais 4 (8%) apresentavam nível de infecção de 1 x 104 UFC/ml; 10 (20%), 5 x 104 UFC/ml e 4 (8%), 1 x 105 UFC/ml. Níveis de infecção mais favoráveis para a transmissão mãe-filho foram encontrados em 30 (60%) gestantes, das quais 10 (20%) mostraram 2,5 x 105 UFC/ml; 12 (24%), 5 x 105 UFC/ml e 8 (16%), 1 x 106 UFC/ml. Esses resultados demonstram que as gestantes albergam elevados níveis salivares de estreptococos do grupo mutans e que um programa preventivo direcionado ao grupo urge ser desenvolvido, a fim de reduzir ou protelar a transmissão intrafamilial desses microrganismos.

Keywords : Estreptococos do grupo mutans; Gestantes; Cárie dentária; Saliva.

        · abstract in English     · text in Portuguese