SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3Avaliação in vitro da força de união, através de teste de tração, de porcelana feldspática com diversos tratamentos superficiais à resina compostaResistência de união entre cimentos e liga de níquel-cromo, em função da ciclagem térmica e variações no procedimento de união índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo

versão impressa ISSN 0103-0663

Resumo

OLIVEIRA, Fabiana Sodré de; SILVA, Salete Moura Bonifácio da; BIJELLA, Maria Francisca Thereza Borro  e  LIMA, José Eduardo de Oliveira. Avaliação in vitro da microinfiltração marginal de restauração de amálgama classe II associada a adesivos dentinários. Rev Odontol Univ São Paulo [online]. 1999, vol.13, n.3, pp.263-268. ISSN 0103-0663.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-06631999000300010.

A microinfiltração marginal de restaurações de amálgama classe II (Dispersalloy), associada ao verniz convencional (Copalite) e a dois adesivos dentinários (Scotchbond Multi-uso Plus e Multi Bond Alpha), foi avaliada e comparada in vitro através de dois métodos: escores e medidas lineares. Foram utilizados 45 pré-molares hígidos que receberam duas cavidades independentes M e D. Após a restauração, foram submetidos à termociclagem e armazenados em uma solução de fucsina básica a 0,5% durante 24 horas. A análise da infiltração do corante permitiu concluir que nenhum dos três sistemas restauradores foi capaz de eliminar a microinfiltração marginal. No entanto, ela foi menor e estatisticamente significante para as restaurações associadas aos adesivos dentinários, quando comparadas àquelas com o verniz cavitário. O método das medidas lineares foi mais sensível do que o de escores.

Palavras-chave : Infiltração dentária; Amálgama dentário; Adesivos dentinários; Forramento da cavidade dentária.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons