SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número4Avaliação da resistência da união metal-resina usando sistemas de retenção mecânico e químicoEfeito da desinfecção por aerossóis sobre a capacidade de umedecimento de moldes de poliéter por gesso tipo IV índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo

versão impressa ISSN 0103-0663

Resumo

CAMPOS, Tomie Nakakuki de; MORI, Matsuyoshi; HENMI, Alberto Tsutomu  e  SAITO, Tetsuo. Infiltração marginal de agentes cimentantes em coroas metálicas fundidas. Rev Odontol Univ São Paulo [online]. 1999, vol.13, n.4, pp. 357-362. ISSN 0103-0663.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-06631999000400007.

Um dos principais objetivos do cimento, que fixa a restauração protética ao dente, é o selamento da fenda existente entre os mesmos. Para avaliar a infiltração marginal, foram feitos preparos cavitários padronizados, em 20 dentes naturais extraídos. As coroas totais foram fundidas em NiCr, sendo 10 cimentadas com cimento de fosfato de zinco e 10 com cimento resinoso Panavia 21. As amostras foram submetidas à ciclagem térmica e em seguida foram colocadas em solução de azul de metileno a 0,5%. Após o seccionamento vestíbulo-lingual, os corpos-de-prova foram examinados com lupa de aumento. Houve diferença significante entre os dois cimentos testados, sendo que 100% das amostras cimentadas com cimento de fosfato de zinco apresentaram infiltração atingindo dentina e polpa e 100% das amostras cimentadas com Panavia 21 não sofreram qualquer tipo de infiltração. Conclui-se que: o cimento resinoso Panavia 21 apresentou melhores resultados, quanto ao grau de infiltração, quando comparado com o cimento de fosfato de zinco, na cimentação de coroas metálicas fundidas em NiCr.

Palavras-chave : Infiltração dentária; Cimentação; Coroas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português