SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número106A gestão do Sistema Único de Saúde e a Saúde do Trabalhador: o direito que se tem e o direito que se perdeAnálise bioética da esterilização em pessoas com deficiência intelectual índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Saúde em Debate

versão impressa ISSN 0103-1104versão On-line ISSN 2358-2898

Resumo

BORDE, Elis; HERNANDEZ-ALVAREZ, Mario  e  PORTO, Marcelo Firpo de Souza. Uma análise crítica da abordagem dos Determinantes Sociais da Saúde a partir da medicina social e saúde coletiva latino-americana. Saúde debate [online]. 2015, vol.39, n.106, pp.841-854. ISSN 0103-1104.  https://doi.org/10.1590/0103-1104201510600030023.

O enfoque dos Determinantes Sociais da Saúde tem tido ampla difusão e foi aparentemente bem acolhido globalmente. Este artigo assume uma visão crítica desse enfoque, buscando sistematizar as críticas principalmente provenientes de debates no interior da medicina social e saúde coletiva latino-americana, que se articularam ao redor da diferenciação entre Determinantes Sociais da Saúde e a determinação social dos processos saúde-doença. Pretendemos examinar estas diferenças para problematizar a aparente unanimidade retórica em prol da equidade. Ainda que a abordagem dos Determinantes Sociais da Saúde marque um enorme avanço na mobilização pela equidade em saúde, em nossa avaliação ela não consegue ser mais do que um avanço incompleto.

Palavras-chave : DESIGUALDADES EM SAÚDE; Equidade em saúde; Medicina social.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )