SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número112Políticas de saúde mental, álcool e outras drogas e de criança e adolescente no LegislativoEfeitos danosos do processo de trabalho em um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Saúde em Debate

versão impressa ISSN 0103-1104versão On-line ISSN 2358-2898

Resumo

ANDRADE, Ana Paula Müller de  e  MALUF, Sônia Weidner. Loucos/as, pacientes, usuários/as, experientes: o estatuto dos sujeitos no contexto da reforma psiquiátrica brasileira. Saúde debate [online]. 2017, vol.41, n.112, pp.273-284. ISSN 0103-1104.  https://doi.org/10.1590/0103-1104201711222.

Este artigo visa refletir sobre o estatuto dos sujeitos-usuários/as no contexto da reforma psiquiátrica brasileira. A partir de uma pesquisa etnográfica realizada em 2010 e 2011, com o objetivo de analisar criticamente o processo da reforma psiquiátrica brasileira, do ponto de vista de usuários/as dos serviços de saúde mental, problematiza-se a categoria 'usuário/a' e aponta-se para a complexidade e a relevância das experiências singulares e institucionais desses sujeitos na consolidação da política pública de saúde mental no Brasil. As análises indicam a necessidade de conferir um estatuto epistemológico ao saber produzido por tais sujeitos no contexto da reforma psiquiátrica brasileira.

Palavras-chave : Política social; Desinstitucionalização; Sujeitos da pesquisa.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )