SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue4A study of an anxiety scale for adolescentsPost Graduation in Psychology at PUC-Campinas: theses and dissertations (1975-2004) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Estudos de Psicologia (Campinas)

Print version ISSN 0103-166X

Abstract

SOUSA, Ana Delias de; BOSA, Cleonice Alves  and  HUGO, Cristina Neves. As relações entre deficiência visual congênita, condutas do espectro do autismo e estilo materno de interação. Estud. psicol. (Campinas) [online]. 2005, vol.22, n.4, pp. 355-364. ISSN 0103-166X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2005000400003.

Este trabalho examina a possível ocorrência das condutas do espectro do autismo em crianças portadoras de deficiência visual congênita e focaliza os comprometimentos da habilidade de atenção compartilhada, da capacidade simbólica e de estereotipias motoras, além de investigar o estilo diretivo de interação das mães ao tentar engajar os seus filhos em brincadeiras. Participaram do estudo oito díades mãe-criança distribuídas em dois grupos: quatro com deficiência visual congênita e quatro com desenvolvimento típico. Realizou-se uma entrevista sociodemográfica e de desenvolvimento da criança com as mães e uma sessão de vídeo da interação mãe-criança em laboratório. Os resultados mostraram que duas das crianças com deficiência visual congênita apresentaram uma freqüência maior de comprometimentos de habilidade de atenção compartilhada comparadas às crianças com desenvolvimento típico, e duas crianças com deficiência visual congênita apresentaram estereotipias motoras, porém com baixa freqüência. Apenas uma das mães das crianças com deficiência visual congênita apresentou maior freqüência de diretividade materna comparada à mãe da criança com desenvolvimento típico, contrariando a expectativa inicial. Observou-se a ocorrência de brinquedo simbólico no grupo das crianças com deficiência visual congênita. Esses resultados contrariam algumas das expectativas da literatura. Conclui-se que as crianças com deficiência visual congênita não estão necessariamente em risco para desenvolver condutas do espectro do autismo.

Keywords : autismo; brinquedo simbólico; estereotipias; relações mãe-criança.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese