SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2Folklore and sociology in Florestan FernandesNiklas Luhmann author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Tempo Social

Print version ISSN 0103-2070

Abstract

FREHSE, Fraya. Potencialidades do método regressivo-progressivo: pensar a cidade, pensar a história. Tempo soc. [online]. 2001, vol.13, n.2, pp. 169-184. ISSN 0103-2070.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20702001000200009.

Sabendo que o método regressivo-progressivo de Henri Lefebvre foi explicitado pela primeira vez em dois artigos voltados a pensar a realidade social do mundo rural, meu objetivo, neste estudo, é explorar, à luz do exemplo paulistano de fins do século XIX, as potencialidades teórico-metodológicas do instrumento para uma reflexão sobre a historicidade dos processos sociais em um contexto urbano. Do ponto de vista teórico, o método permite uma compreensão mais abrangente de como o desencontro de temporalidades ligadas ao tradicional e ao moderno concorre para a dinâmica de urbanização que engolfou cidades como São Paulo no último quartel do XIX. E isso porque, em termos metodológicos, a perspectiva lefebvriana conduz, em relação ao contexto paulistano, a uma sistematização da documentação histórica que ressalta a coexistência, no tempo, de representações historicamente contraditórias sobre o dia-a-dia vivenciado no espaço da rua em meio ao processo histórico então em curso.

Keywords : historicidade; urbanização; método regressivo-progressivo; Henri Lefebvre; São Paulo; rua; transeunte.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese