SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue2Organs gift: law, market and familiesSociology of finance and new geography of power in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Tempo Social

Print version ISSN 0103-2070

Abstract

GARCIA-PARPET, Marie-France. Mundialização dos mercados e padrões de qualidade: vinho, o modelo francês em questão. Tempo Soc. [online]. 2004, vol.16, n.2, pp. 129-150. ISSN 0103-2070.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20702004000200006.

Certos autores chamam a atenção para o fato de que a concorrência entre as empresas tomou a forma de uma competição pelo poder de regulamentação e a imposição de um estilo de produção. Empresas dominantes conseguem criar barreiras à entrada de novos competidores, barreiras essas que podem assumir uma forma jurídica e cultural. Suas estratégias consistem essencialmente em estabilizar as normas de produção que impedem os concorrentes de entrar no mercado. O objetivo deste artigo é compreender, a partir do caso da produção vitícola francesa, como é possível um questionamento dessa estabilização dos mercados. O estudo do mercado do vinho é muito mais interessante porque as inovações tecnológicas, com freqüência na origem das transformações das relações de força nos mercados de produtos industriais, são aqui excluídas em nome de uma institucionalização da raridade, construída sobre a valorização de métodos "tradicionais" e pela delimitação de certas zonas privilegiadas de produção.

Keywords : Mercado; Mundialização; Vinho; Classificações.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese