SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue1Discontent, suffering and symptom: a Lacanian diagnostic re-reading via animist perspectivismIndividual experience and objectivity in Minima moralia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Tempo Social

Print version ISSN 0103-2070

Abstract

OTA, Nilton Ken. O social e suas vicissitudes na psicanálise lacaniana. Tempo soc. [online]. 2011, vol.23, n.1, pp.137-165. ISSN 0103-2070.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20702011000100007.

O deslocamento das interpretações do legado teórico de Jacques Lacan promovido pela Associação Mundial de Psicanálise (AMP) tem incorporado cada vez mais o social em suas elaborações clínicas e nas propostas de intervenção fora do setting clássico. A principal delas, a chamada "psicanálise aplicada à terapêutica", consolida esse deslocamento e fornece as chaves para a unificação diagnóstica entre sintomas individuais e fenômenos culturais, notadamente por meio da amenização da influência do estruturalismo na trama conceitual da obra de Lacan. A consequente destituição do "simbólico" em favor de uma "clínica do real" aplicada ao social expressa a intensificação da conversão da teoria lacaniana em discurso e dispositivo de controle, sendo este o verdadeiro significado da emergência das questões políticas e culturais da sociedade no núcleo do lacanismo hegemônico.

Keywords : Dispositivo; Psicanálise; Lacan; Discurso; Sofrimento social.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License