SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número1Deslocamentos transnacionais da soberania popular: Império e multidão como distinção pós-democrática? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Tempo Social

versão impressa ISSN 0103-2070versão On-line ISSN 1809-4554

Resumo

DARDOT, Pierre  e  LAVAL, Christian. Propriedade, apropriação social e instituição do comum. Tempo soc. [online]. 2015, vol.27, n.1, pp.261-273. ISSN 0103-2070.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-207020150114.

A propriedade privada é ao mesmo tempo um direito, um princípio de dominação e a forma subjetiva das relações do indivíduo com o mundo. A propriedade pública, no coração do direito público, desenvolveu-se ao lado da propriedade privada. É preciso escapar do dilema do "privado" e do "público" levando-se em conta a nova racionalidade do "comum", sustentada pelas lutas e experimentações sociais as mais diversas: elas fazem prevalecer o direito de uso sobre a propriedade e se inscrevem, assim, dentro de uma lógica da inapropriabilidade.

Palavras-chave : O comum; Propriedade; Governo coletivo; Movimento social; Subjetivação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )