SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue1Peddling on buses: the buscas in the city of Buenos Aires, ArgentinaThe economic agent and its relations: identifying competitors in antitrust policy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Tempo Social

Print version ISSN 0103-2070On-line version ISSN 1809-4554

Abstract

MULLER, Lúcia Helena. Bancos na favela: Relações entre agências bancárias e moradores de uma região urbana alvo de políticas de pacificação. Tempo soc. [online]. 2017, vol.29, n.1, pp.89-107. ISSN 1809-4554.  https://doi.org/10.11606/0103-2070.ts.2017.118415.

Este trabalho aborda a ação de agentes financeiros em contextos populares, tendo como pano de fundo políticas de governo voltadas para a chamada “inclusão financeira”. Ele se baseia em uma etnografia realizada no primeiro semestre de 2013 em uma região da periferia da cidade do Rio de Janeiro, onde, a partir de 2010, foram instaladas agências bancárias, na esteira das ações do Estado visando à “pacificação”, isto é, a tomada de controle do território até então sob domínio de organizações criminosas. Mediante a análise das estratégias desenvolvidas por um banco estatal e um banco privado, busco refletir sobre questões mais amplas, como a da atualização ou reconstrução de fronteiras sociais em processos de implantação de políticas que se propõem inclusivas.

Keywords : Financeirização; Inclusão financeira; Políticas públicas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )