SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número2Sintonia e amizade entre patrões e donos de morro: Perspectivas comparativas entre o comércio varejista de drogas em São Paulo e no Rio de JaneiroMercados de drogas, guerra e paz no Recife índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Tempo Social

versão impressa ISSN 0103-2070versão On-line ISSN 1809-4554

Resumo

AFSAHI, Kenza. A construção socioeconômica da cannabis no Marrocos: o kif como produto tradicional, produto manufaturado e produto de contrabando. Tempo soc. [online]. 2017, vol.29, n.2, pp.99-114. ISSN 1809-4554.  https://doi.org/10.11606/0103-2070.ts.2017.125668.

Designado kif no Marrocos, a cannabis passou por importantes transformações que impactaram o seu valor social e econômico neste país. O presente artigo analisa essas mudanças no que se refere à evolução das normas, modos de uso e técnicas, e no que diz respeito às mudanças dos atores que produzem e comercializam a cannabis, em um primeiro momento num contexto tradicional, e em um segundo momento em dois mercados no período dos protetorados francês e espanhol (1912-1956): o mercado de monopólio e o mercado de contrabando.

Palavras-chave : Cannabis; Kif; Normas; Uso; Monopólio; Contrabando.

        · resumo em Francês | Inglês     · texto em Francês     · Francês ( pdf )