SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1The ineffective breast feeding nursing diagnosis: study of the identification and clinical validationThe art therapy in the context of the pediatric hospitalization: The development of the construction with hospital scrap author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Paulista de Enfermagem

Print version ISSN 0103-2100On-line version ISSN 1982-0194

Abstract

REZENDE, Magda Andrade; BETELI, Vivian César  and  SANTOS, Jair Lício Ferreira dos. Avaliação de habilidades de linguagem e pessoal-sociais pelo Teste de Denver II em instituições de educação infantil. Acta paul. enferm. [online]. 2005, vol.18, n.1, pp.56-63. ISSN 1982-0194.  https://doi.org/10.1590/S0103-21002005000100008.

Supervisão e promoção do desenvolvimento infantil são cuidados necessários às crianças que freqüentam creches e pré-escolas. Organizações de saúde internacionais e nacionais têm sistematizado estratégias para tal, porém nas instituições brasileiras estas ações são pouco realizadas. OBJETIVO: Avaliar, pelo segundo ano consecutivo, habilidades das áreas de linguagem e pessoal-social de uma coorte de crianças que freqüentam 3 creches da cidade de São Paulo. MÉTODO: O grupo amostral foi constituído por 30 crianças de 0 a 4 anos, de nível sócio-econômico homogêneo segundo instrumento para avaliação de nível de pobreza urbana. Segundo este instrumento todas as famílias estavam na faixa superior de classificação. Para avaliação do desenvolvimento foi usado o Teste de Triagem de Desenvolvimento de Denver II, empregado em dois momentos distintos no primeiro ano de acompanhamento da coorte, e uma vez no segundo ano. RESULTADOS: Na área pessoal-social a melhora foi significante da 1ª para a 2ª avaliação, o que não ocorreu na área de linguagem, ao longo das 3 avaliações. No entanto, a partir dos 3 anos de idade as crianças passaram a obter resultados piores. Quanto aos sexos não houve diferenças significantes nos desempenhos nas duas áreas. CONCLUSÃO: É possível que as habilidades das crianças na área pessoal-social tenham sido incrementadas pelas condições das instituições, o que não ocorreu na de linguagem. Não se pode afirmar a causa destes acontecimentos, embora seja intrigante a proporção adulto/criança que diminui após as crianças completarem 3 anos de idade, mas outras pesquisas são necessárias, inclusive a continuidade desta coorte.

Keywords : Creches; Educação infantil; Cuidado da criança; Desenvolvimento infantil; Linguagem infantil.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License