SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2O uso da aromaterapia no alívo da ansiedadeAdaptaçâo de um instrumento que avalia alfabetização em saúde das pessoas idosas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Paulista de Enfermagem

versão impressa ISSN 0103-2100

Resumo

FARIA, Leila Márcia Pereira de  e  CASSIANI, Silvia Helena de Bortoli. Interação medicamentosa: conhecimento de enfermeiros das unidades de terapia intensiva. Acta paul. enferm. [online]. 2011, vol.24, n.2, pp.264-270. ISSN 0103-2100.  https://doi.org/10.1590/S0103-21002011000200017.

OBJETIVO: Avaliar o conhecimento das interações medicamentosas (IM)de enfermeiros que atuam em unidades de terapia intensiva de adultos, de três hospitais públicos de Goiás. MÉTODOS: Estudo descritivo, transversal. População 64 e amostra, 51 enfermeiros. Construiu-se um instrumento de coleta de dados, utilizando informações da base de dados MICROMEDEX®. RESULTADOS: Sobre o conhecimento de IM e manejo clínico, houve uma relação de acertos e erros de, aproximadamente, 50% dos enfermeiros. As duplas de medicamentos que os enfermeiros mais acertaram foram relativas a medicamentos com ação sedativa e analgésica e as que apresentaram mais erros, foram as de ação anti-infecciosa e anti-hipertensiva. CONCLUSÃO: É necessário sensibilizar autoridades e profissionais sobre a importância das IM na UTI e implementar ações para a segurança dos pacientes na terapêutica medicamentosa.

Palavras-chave : Gerenciamento de segurança; Segurança; Interação medicamentosa; Conhecimento.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons