SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número2Adaptação cultural e validação para a língua portuguesa da Parental Stress Scale: Neonatal Intensive Care Unit (PSS:NICU)Colonização por micro-organismo resistente e infecção relacionada ao cuidar em saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Paulista de Enfermagem

versão On-line ISSN 1982-0194

Resumo

BESSA, Maria Eliana Peixoto et al. Idosas residentes em instituições de longa permanência: uso dos espaços na construção do cotidiano. Acta paul. enferm. [online]. 2012, vol.25, n.2, pp.177-182. ISSN 1982-0194.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000200004.

OBJETIVO: conhecer o modo como a pessoa idosa institucionalizada organiza seus espaços para viver o cotidiano. MÉTODOS: Estudo de abordagem qualitativa que utilizou a estratégia de estudo de caso, realizado em uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI), localizada na cidade de Fortaleza-CE. Participaram como sujeitos nove idosas residentes nessa instituição no período de abril e maio de 2006. Para a coleta de dados, foram usadas a observação direta não participante, com registro no diário de campoe a entrevista baseada no roteiro de história de vida. RESULTADOS: A reconstrução dos espaços individualizados foi pautada pela estrutura organizacional da instituição, utilização dos espaços comuns e como a idosa reorganiza seu universo particular. CONCLUSÕES: A (re) construção do cotidiano do idoso no contexto asilar é um processo complexo que necessita de esforço do idoso. Neste estudo, observou-se que as idosas estão conseguindo reestruturar suas vidas.

Palavras-chave : Idoso; Instituição de longa permanência para idosos; Habitação para idosos; Adaptação; Estudos de casos .

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf epdf ) | Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons